CINEJUS em debate: PONTE DOS ESPIÕES. – Fundação Educacional Machado de Assis
CINEJUS em debate: PONTE DOS ESPIÕES.
 /  Faculdades / Notícias 2017 / CINEJUS em debate: PONTE DOS ESPIÕES.

CINEJUS em debate: PONTE DOS ESPIÕES.

O Projeto de Pesquisa Letramento Acadêmico/Científico no Contexto das Ciências Sociais Aplicadas promoveu uma sessão de Cinejus – no dia 09 do mês de maio, no Auditório da Unidade II da FEMA -, em que exibiu o filme Ponte dos Espiões, cuja trama fundamenta-se na história real de James Donovan, advogado americano, que é incumbido de negociar a troca de Francis Gary Powers – militar estadunidense aprisionado pelas forças da antiga União Soviética -, por Rudolf Abel, espião da URSS preso nos Estados Unidos na década de 1960.
O propósito da sessão foi instigar o debate relativo às questões emergentes que a trama suscita às turmas de 1º, 4º e 5º Semestres do Curso de Direito, nas Disciplinas de Introdução ao Estudo do Direito, Língua Portuguesa e Direito Penal. Na história, é possível perceber aspectos da ética profissional do advogado, privilegiando o sigilo da profissão; do comportamento do Poder Judiciário, das forças policiais e governamentais, bem como do apelo midiático que influenciaram o caso.
Aspecto também preponderante suscitado na película é relativo ao Tratamento Penal do Inimigo e preceitos adjacentes, como o da antecipação da punição, da majoração de penas e da relativização de garantias processuais. Diante disso, uma das pautas do debate – da qual participaram o Delegado de Polícia e Prof. Me. Marcelo Lech, o Assessor de Desembargador e Prof. Me. Guilherme Guimarães de Freitas, a Defensora Pública e Prof.ª Esp. Aline Palermo Guimarães, bem como os acadêmicos do Curso de Direito, Celito Eduardo Albuquerque e Guilherme Henrique Tavares Diniz – é sobre a simbologia presente no filme, que se ambienta durante a Guerra Fria, e suas metáforas concernentes ao contexto social, histórico, cultural, ideológico e jurídico da época.

Sobre o filme
Ponte dos Espiões é uma produção de Steven Spielberg que merece ser assistida, pois procura retratar que, mesmo diante de sistemas morais e judiciais falidos, é papel dos profissionais do Direito zelarem por garantir justiça a seus clientes, sendo capazes de perceber o outro de si mesmo naqueles que defendem.

Márcia Adriana Dias Kraemer
Prof.ª Dr.ª das Faculdades Integradas Machado de Assis e Coordenadora do Projeto de Pesquisa Letramento Acadêmico/Científico no Contexto das Ciências Sociais Aplicadas – PROPLAC/ FEMA.

 

Contatos

SANTA ROSA - RS Unidade I e II: Escola Técnica, Faculdades, Escritório de Práticas Administrativas e Contábeis; e Escritório de Assistência Jurídica – Rua Santos Dumont, 820. Unidade III: Faculdades Integradas Machado de Assis – Rua Santa Rosa, 902. Tel.: (55) 3511-9100. CEP: 98780-109 Unidade IV: Escola de Educação Infantil – Rua Santo Ângelo, 219. Tel.: (55) 3512-6496. CEP: 98780-076 teste

Suporte Online

Assine nossa Newsletter