CINE Debate FEMA tratou sobre Inclusão Social e Diversidade da Cultura Negra – Fundação Educacional Machado de Assis
CINE Debate FEMA tratou sobre Inclusão Social e Diversidade da Cultura Negra
 /  Faculdades / Notícias 2016 / CINE Debate FEMA tratou sobre Inclusão Social e Diversidade da Cultura Negra

CINE Debate FEMA tratou sobre Inclusão Social e Diversidade da Cultura Negra

Nos dias 18 e 19 de abril de 2016 ocorreu, na Capela do Colégio Dom Bosco, a terceira edição do evento Cine Debate Fema, atividade integrante da semana acadêmica das Faculdades Integradas Machado de Assis (FEMA).

Considerando a missão da FEMA de “Gerar, socializar e aplicar conhecimentos, para ser referencial positivo na educação, na cultura e na informação, contribuindo ao desenvolvimento, à cidadania e à qualificação de pessoas”, nota-se a importância de um projeto como o Cine Debate.

Nesta edição a atividade promoveu o debate sobre duas temáticas essenciais para a educação transformadora: Inclusão Social e Diversidade da Cultura Negra – Igualdade Racial. Salienta-se, portanto, o cumprimento da visão institucional de “ser centro de educação transformadora, considerando as pessoas, com sua cultura e com sua história, ao contemplar os ideais de educadores e de educandos, na construção do conhecimento”.

No dia 18 de abril transmitiu-se o filme “Colegas” de Marcelo Galvão. O longa conta a história de três amigos com síndrome de Down: Stalone, Aninha e Márcio. Os três fogem no carro do jardineiro (Lima Duarte) em busca de seus sonhos: Stalone quer ver o mar, Marcio quer voar e Aninha busca um marido. O personagem Marcio é interpretado por Breno Viola, de 33 anos, que foi o primeiro faixa preta de judô com síndrome de Down nas Américas.

Na sequência promoveu-se o debate, o qual foi composto por Professor Alcindo Dalcin (mediador), Profª Mariana Heck (representante da APAE Santa Rosa) e Prof. Leandro Steiger diversos foram os assuntos abordados na noite, todos relacionados a síndrome de Downm. Mariana Heck apresentou as atividades executadas na APAE e, salientou a alegria de receber o carinho das crianças portadoras de necessidades especiais. Já o Leandro Steiger relatou a importância da participação da família no desenvolvimento de crianças com síndrome de Down.

Acadêmicos realizaram questionamentos aos participantes do debate e todas as questões foram esclarecidas. Entre elas, destaca-se a existência de níveis diferentes de síndrome de Down. Nesse sentido os debatedores confirmaram a existência de níveis diferentes e exemplificaram que existem pessoas com a síndrome que conseguem se expressar verbalmente e outras que apresentam dificuldades na fala.

Também salientaram que estas pessoas necessitam de muito estímulo para se desenvolver.
Os professores destacaram, ainda, que a inclusão social está em momento de construção no nosso país, mas que algumas medidas importantes já foram adotadas.

O debate do dia 19 de abril abordou a temática Diversidade da Cultura Negra – Igualdade Racial. Num primeiro momento os participantes assistiram ao documentário “O Negro no Brasil”, que conta toda a trajetória histórica do negro em nosso país. Nesta ocasião a egressa do curso de Direito das Faculdades Integradas Machado de Assis Bacharela em Direito Daiane da Rocha Ferreira e a Bacharela em Direito Raissa Schadeck divulgaram o grupo de estudos: Igualdade Racial (Edital DIR 18/2016).

Participaram do debate o Professor Alcindo Dalcin – mediador, o Jornalista e Professor Fábio Beilfuss, o Professor Sebastião Santos, a Professora Fabiane Leske Schreiner, a agente de saúde Mara Guacira Alves, o Presidente da Etnia Afro Antônio Vilson Pereira e a empresária e atuante do movimento negro Rosemeri Alves.

No debate o mediador destinou cinco minutos a cada participante, em que todos relacionaram o conhecimento abordado no documentário com as atividades que exercem ou com sua experiência de vida pessoal. Após ocorreu questionamentos dos acadêmicos, entre eles: por que existem cotas para negros e se os livros de história do Brasil estão sendo reescritos contendo aspectos da história do negro no Brasil.

A questão das cotas foi esclarecida, pois se explicou que, infelizmente, ainda existe o racismo no Brasil e que este grupo de pessoas precisa de incentivo para os estudos. Quanto aos livros de História do Brasil os debatedores afirmaram que este processo está em construção. No final do debate o medidor concluiu as atividades reforçando a importância de tratar sobre um assunto tão relevante como a Igualdade Racial em um ambiente acadêmico.

De acordo com a professora Bianca Letzow, Supervisora Acadêmica, os participantes parabenizaram a Instituição pela promoção desta atividade e reforçaram que a cultura Negra é rica e exemplificaram que ela representa o Brasil através da culinária (Feijão) e do Samba, entre outros aspectos culturais.

10-2-1024x576 10-1024x576 111-1024x576 112-1024x576 121-1024x576 210-1024x576

Contatos

SANTA ROSA - RS Unidade I e II: Escola Técnica, Faculdades, Escritório de Práticas Administrativas e Contábeis; e Escritório de Assistência Jurídica – Rua Santos Dumont, 820. Unidade III: Faculdades Integradas Machado de Assis – Rua Santa Rosa, 902. Tel.: (55) 3511-9100. CEP: 98780-109 Unidade IV: Escola de Educação Infantil – Rua Santo Ângelo, 219. Tel.: (55) 3512-6496. CEP: 98780-076 teste

Suporte Online

Assine nossa Newsletter