SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL

Devido ao crescimento industrial desenfreado, patrocinado pelo capitalismo, e seus prejuízos ambientais incalculáveis, mostra-se essencial à adoção urgente de práticas sustentáveis, na sociedade como um todo, e de modo especial no mundo empresarial, que no seu conjunto apresentam maior potencial poluidor. A sustentabilidade empresarial consiste em guiar as decisões das empresas por um caminho menos danoso à natureza, respeitando o meio ambiente e a sociedade.

O respeito socioambiental trará um ganho mútuo, considerando que uma postura ecologicamente consciente da empresa renderá benefícios não só para os outros, mas para ela própria, uma vez que consumidores serão atraídos pela preocupação e responsabilidade da empresa quanto à matéria ambiental.

Além da imagem positiva da empresa e da satisfação social, é possível citar outros benefícios relevantes, por exemplo: economia (fontes renováveis de energia, reutilização de água ou matérias primas, etc…); satisfação dos funcionários em virtude da consciência ambiental (como os funcionários são parte da empresa, a ideologia adotada pelo órgão jurídico pode influenciar em seu bem-estar); valorização de ações na bolsa de valores, para companhias com capital aberto, que comercializam seus valores mobiliários, já que os investidores, no âmbito mundial, demonstram preferência pelos papéis oferecidos por empresas que tenham práticas sustentáveis.

Por fim, já que é impossível avançar rumo ao futuro com a preservação integral da natureza, situação que seria ideal, mas que é utópica, em face de prejuízos irreversíveis já causados à natureza, pode-se buscar alternativas para preservar o máximo possível do planeta, pois a sustentabilidade empresarial é de extrema importância.

 

Yasser Fliegner Badwan

Acadêmico do Curso de Direito – 4º Semestre/FEMA.

Rosmeri Radke

Docente do Curso de Direito/FEMA.